Daniel deve dar as cartas em 2020 e 22

Jogadas certeiras do prefeito de São João Batista, Daniel Cândido (PSD), deixam em suas mãos controle do jogo eleitoral de 2020 e a viabilidade de uma vaga na Assembleia Legislativa em 2022. Neste tabuleiro, as mudanças nos cargos chaves da gestão, relacionamento com partidos, e obras planejadas para execução nos dois últimos anos do Governo colocam o gestor  batistense em situação confortável.

Cândido leu como ninguém o resultado das urnas em 2018, e aplicou, em certas medidas e na estética, mudanças na própria gestão já em dezembro. Demitiu cargos de confiança e escalou um novo time, mais alinhado para disputar esse segundo tempo. ‘Despartidarizado’, optou pelos perfis mais técnicos, e isso já reflete, inclusive, no clima na Prefeitura e departamentos.

Pacotão de obras, programadas para iniciarem nesse primeiro semestre de 2018, também terão impacto profundo na cidade. A mobilidade urbana, com os R$ 15 milhões de investimentos, será outra. Há marcas, como da urbanização de áreas da cidade. O tom foi estabelecido por Cândido já no pós eleição de 2016. Quem lembra do lenço branco? Redução das rixas partidárias, aliás, fazem muito bem para o prefeito, e esse arrefecimento deverá ser creditado a ele.

Quanto mais se distancia do bate-boca com oposição e as próprias disputas internas, melhor definição entrega de sua própria imagem. Ganha vantagem e deixa opositores atados, já que tira a discussão do histórico campo partidário.

Pelos acordos, 2020 será o MDB a ter a cabeça de chapa na disputa pela prefeitura, mas natural, que a batuta de Cândido será decisiva. E não por menos. São dois mandatos e um caderno de obras a ser apresentada ao eleitor. Governistas não abrirão mão desse cabo eleitoral. Mas, é em 2022 que o gestor batistense deverá colher os melhores frutos.

Articulações com prefeitos e lideranças do Estado e da região, viabilizam sua candidatura a Deputado Estadual, com chances altas de eleição. Nasce a oportunidade de Cândido se estabelecer na política estadual e do Vale ter um representante legitimo, ou seja, exclusivo daqui. A música já está tocando.